Blog do Cid Benjamin


Receba por e-mail as atualizações deste blog

Para isto, é só nos enviar uma mensagem escrevendo "retirar" no campo reservado ao assunto.

Escrito por Cid Benjamin às 12h02
[   ] [ envie esta mensagem ]




Frases da semana

“Eu, particularmente, toda vez que o avião fecha a porta, entrego a minha sorte a Deus”.
Lula.

 "A crise é nossa, os mortos são nossos".
Brigadeiro José Carlos Pereira, presidente da Infraero, sobre a proposta de uma auditoria externa, feita pela Federação Internacional dos Controladores de Vôo

 “O importante é saber lidar com o pepino”.
José Carlos Pereira, presidente da Infraero.



Escrito por Cid Benjamin às 12h01
[   ] [ envie esta mensagem ]




Duas perguntas incômodas

1) Nos últimos anos o preço das passagens aéreas subiu o dobro da inflação. E hoje a TAM e a Gol estão entre as dez mais lucrativas empresas aéreas do mundo. Será pela excelência dos serviços que prestam ou porque fazem gato e sapato dos usuários para aumentar seus lucros, sob os olhares complacentes dos órgãos do governo federal que deveriam fiscalizar a navegação aérea?

2) Quem terá sido o gênio que a idéia de condecorar o presidente da Anac justamente agora?



Escrito por Cid Benjamin às 12h00
[   ] [ envie esta mensagem ]




Promiscuidade

Esta é do Painel da Folha de S.Paulo.

A convite da TAM e com todas as despesas pagas, o diretor da Anac Josef Barat foi a Nova York, em dezembro de 2006, para ser palestrante de um evento da empresa na Bolsa de Valores. O tema era "desenvolvimento do setor aéreo". No passado, a TAM foi cliente da empresa de consultoria de Barat.



Escrito por Cid Benjamin às 12h00
[   ] [ envie esta mensagem ]




Jobim será o candidato de Lula em 2010?

Se o novo ministro da Defesa, Nelson Jobim, tiver um mínimo de sucesso no enfrentamento da crise do setor aéreo – o que é possível, dado que ele é um quadro capaz, assume o cargo com força política e terá recursos materiais – será um nome de proa no governo Lula. E, embora seja muito ligado a Serra e FHC, de quem foi ministro, o neoliberal Jobim é filiado ao PMDB, o partido que se tornou aliado preferencial do PT. Assim, eu não descartaria a hipótese de acabar sendo apoiado por Lula em 2010. O PT ficaria a ver navios, sem candidato ou com um candidato de mentirinha, para desgosto daqueles que acreditavam ser possível que o PT voltasse a ser um partido de esquerda.



Escrito por Cid Benjamin às 12h00
[   ] [ envie esta mensagem ]




A verdadeira sombra de Lula



Escrito por Cid Benjamin às 11h59
[   ] [ envie esta mensagem ]




Com um reverso ou com dois?

Esta nota é do Blog do Noblat.

Ruy Amparo, vice-diretor técnico da TAM, disse na CPI do Apagão Aéreo que a empresa continuará voando com aviões que apresentem defeitos em um dos reversos. O Airbus-320 que se espatifou em Congonhas matando mais de 200 pessoas estava com um dos reversos inativo. Ele seria consertado naquele dia. Segundo Amparo, avião com um reverso a menos pode voar por um prazo de 10 dias.
Aconselho os passageiros da TAM a exigirem da empresa que identifique os aviões que voam com defeito em um dos reversos. Todos têm direito de saber e de voar ou não em tais condições.
Esta deveria virar uma pergunta obrigatória a ser feita aos funcionários da TAM na hora da entrega do bilhete de embarque:
- Com um reverso ou com dois?

Em tempo, os jornais divulgaram uma informação importante: ao Aerolula não é permitido voar com um reverso travado.



Escrito por Cid Benjamin às 11h59
[   ] [ envie esta mensagem ]




Apertem os cintos. Sequestraram a Anac

Esta também é do Noblat.

Quer exemplo melhor da falência da autoridade da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em relação às companhias aéreas?
A Anac havia proibido a venda de passagens para vôos que partissem do aeroporto de Congonhas. As empresas TAM, BRA, OceanAir e Pantal continuaram vendendo.
O que fez a Anac? Notificou as empresas que desrespeitaram a ordem. E deu um jeitinho para não contrariá-las de todo. Elas estão autorizadas a vender passagens, sim - mas somente para vôos que partam de Congonhas do próximo dia 30 em diante.
A proibição da venda era por tempo indeterminado.
O presidente da Anac é um ex-vendedor de passagens no Rio Grande do Sul que deve o emprego à ministra Dilma Rousseff, da Casa Civil. Conhece tão bem os problemas do setor aéreo quanto qualquer gerente de balcão de companhias em aeroportos.
O mandato dele como presidente da Anac vai até 2011. Mas ele se dispõe a pedir demissão - desde que Lula mande.
Bem, sabemos das dificuldades de Lula para demitir companheiros...



Escrito por Cid Benjamin às 11h58
[   ] [ envie esta mensagem ]




Da internet

O descaso com Congonhas é porque temos um presidente que sempre esteve muito ocupado em Viracopos.



Escrito por Cid Benjamin às 11h57
[   ] [ envie esta mensagem ]




Lula (no ano passado): “Você deveria me agradecer por Congonhas”

O YouTube mostra trecho de debate com Alckmin em que Lula diz que o tucano deveria agradecê-lo pelo aeroporto. "Veja o aeroporto de Congonhas. Você deveria me agradecer", diz Lula ao tucano, após ser questionado sobre a ausência de investimento na área de transporte do país. A declaração foi feita no primeiro debate eleitoral, transmitido pela TV Bandeirantes, no dia 8 de outubro. Para quem quiser conferir, o endereço é http://www.youtube.com/watch?v=4Cm9C6bfQ8Y.



Escrito por Cid Benjamin às 11h56
[   ] [ envie esta mensagem ]




Imoralidade

Zeca do PT vai ao STF pedir pensão de volta
O ex-governador de Mato Grosso do Sul José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, quer de volta pensão vitalícia de R$ 23 mil que recebia desde janeiro. O benefício foi cancelado pela presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ellen Gracie, após ter sido concedido pelos desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado. Ontem, os advogados de Zeca entraram com agravo de instrumento no STF contra a Ação de Inconstitucionalidade movida pelo Conselho Federal da OAB. A alegação é a de que há ex-governadores recebendo a pensão.

Eu sei que o PT cada vez tem menos autoridade para se contrapor a essas coisas. Mas, não seria o caso de alguém no partido chamar a atenção desse cidadão?



Escrito por Cid Benjamin às 11h55
[   ] [ envie esta mensagem ]




Cara-de-pau

O indefectível ministro Mangabeira Unger estacionou seu carro oficial numa vaga para deficientes físicos em Brasília. Para seu azar, foi flagrado e a foto foi publicada no Kibeloco.



Escrito por Cid Benjamin às 11h55
[   ] [ envie esta mensagem ]




O Brasil, segundo o jornal conservador francês Le Figaro

O Brasil governado pelo ex-metalúrgico Luiz Inácio Lula da Silva é o "paraíso dos ricos", de acordo com uma matéria publicada nesta quinta-feira no jornal francês Le Figaro. Em texto intitulado "Política econômica de Lula faz a alegria dos ricos brasileiros", o diário matutino afirma que "graças às elevadas taxas de juros e ao boom das matérias primas, o Brasil das finanças e dos negócios conhece uma era dourada".
"As fortunas brasileiras souberam tirar proveito da política econômica do governo Lula. Com o objetivo de conter a inflação, ele tem mantido as taxas de juros em níveis astronômicos, fazendo a alegria do setor financeiro", diz o Figaro.
"Envenenada pelas perspectivas de crescimento, a Bolsa de São Paulo bate todos os recordes há três anos." O jornal reconhece que os programas sociais de Lula - como o Bolsa Família - têm ajudado a tirar muitas pessoas da pobreza. Entretanto, "não mudaram a distribuição de renda no Brasil".
"Diferente do passado, os ricos não se concentram no eixo Rio-SP. O Nordeste, região historicamente miserável - e de onde Lula é originário - conta com mais de mil milionários, que querem reproduzir a vida da elite paulista." Segundo o diário francês, "as cópias de lojas Daslu se multiplicam em Salvador, Recife e Fortaleza, onde as coleções de bolsas Gucci se multiplicam".

 



Escrito por Cid Benjamin às 11h53
[   ] [ envie esta mensagem ]




Competência para o cargo

“Não houve um grampinho contra ele nesses quatro meses em que seu nome foi indicado”.
Ministro Mares Guia, da Articulação Política, explicando por que Luiz Paulo Conde está preparado para dirigir Furnas. Depois não se sabe como surgem os apagões... 



Escrito por Cid Benjamin às 11h53
[   ] [ envie esta mensagem ]




Ministro ou show-man?

Gilberto Gil é um excelente músico, um sujeito simpático e alguém que conseguiu dar uma visibilidade que o Mistério da Cultura nunca teve. Mas os servidores do seu ministério estão em greve há meses, reivindicando o cumprimento de promessas do governo federal; há meses, também, Gil anda pelo mundo numa interminável excursão mostrando seus dotes como artista e enchendo os cofres com seu show Banda Larga. É razoável isso?



Escrito por Cid Benjamin às 11h52
[   ] [ envie esta mensagem ]




A polêmica em torno da Comissão de Direitos Humanos da OAB/RJ

Como trabalho profissionalmente na OAB/RJ, amigos têm me perguntado a respeito da exoneração do advogado João Tancredo da presidência da Comissão de Direitos Humanos, há coisa de uns dez dias. Mas precisamente o fato de trabalhar na OAB é que me fez não tratar do assunto neste blog. Diante, porém, da desinformação que existe a respeito dos fatos, resolvi postar esta nota.
De antemão, digo que sou amigo dos dois principais envolvidos – Wadih Damous, presidente da OAB/RJ, e João Tancredo, ex-presidente da comissão. Mas, vamos aos fatos.
A Comissão de Direitos Humanos é uma das muitas criadas pela diretoria da OAB/RJ. Estatutariamente, ela é formada por advogados nomeados pelo presidente da Ordem. E, aqui, temos o primeiro problema: sob a alegação de que estava incorporando “os movimentos sociais” à comissão dando-lhe mais representatividade, Tancredo convidou para integrá-la (com direito a voz e a voto) dezenas de ONGs e entidades dos mais variados tipos - a maioria das quais de representatividade questionável. O próprio Tancredo, tentando mostrar o peso político da comissão, falou na incorporação de 68 entidades a ela. Mesmo que a maior parte dessas entidades existisse de fato, e não só na cabeça de seus dois ou três donos, é evidente que estávamos diante de uma assembléia de entidades dos “movimentos sociais”, e não mais de uma comissão da OAB. Inclusive, os advogados da comissão que não concordavam com esse procedimento se afastaram. Assim, as notas nos jornais dando conta de que se retiraram da comissão dezenas de seus integrantes referem-se (embora isso não seja dito) às tais ONGs.
Um segundo ponto de divergência é quanto ao grau de independência que devem ter comissões da OAB. É razoável que tenham um mínimo de autonomia na condução de seus trabalhos. Mas não que tomem iniciativas como pedir intervenção de organismos internacionais, como a OEA, sem ao menos informar a direção da OAB. Pior: tais iniciativas eram votadas em “assembléias-gerais de ONGs” e encaminhadas em nome da OAB.
O terceiro ponto sério de divergência é que a diretoria da OAB insistia com Tancredo para somente fazer denúncias comprovadas, para não desacreditar a OAB. Tancredo não concordava com isso. E isso fica patente na nota em que protestou contra sua exoneração: “
Se a Comissão de Direitos Humanos tiver que esperar comprovações para fazer denúncias, nenhuma denúncia será feita e nenhuma comprovação produzida”.
Haveria, ainda, muito a dizer. Mas esses três pontos me parecem graves o suficiente para justificar a exoneração.
Deve ser dito, ainda, que não se sustenta minimamente a insinuação de que, na raiz das divergências, estaria uma posição frouxa da diretoria da OAB/RJ em relação à apuração das denúncias de violações de direitos humanos.



Escrito por Cid Benjamin às 11h52
[   ] [ envie esta mensagem ]




Isto é jornalismo?

"A Globo me pediu para não falar desse assunto".
Do ex-jogador e hoje comentarista de vôlei Giovane, explicando por que não comentaria as vaias ao técnico Bernardinho.



Escrito por Cid Benjamin às 11h51
[   ] [ envie esta mensagem ]




Ingressos para o Pan

Enquanto quem tenta comprar ingressos para as competições do Pan não consegue, a maior parte dos mais de um milhão de ingressos foram entregues aos políticos. Estes os distribuem a cabos eleitorais, que, por sua vez, os vendem a cambistas. Resultado: arquibancadas vazias e o povo sem poder assistir às provas.



Escrito por Cid Benjamin às 11h51
[   ] [ envie esta mensagem ]




A dignidade de Ana Quirot

A atleta cubana Ana Quirot é para o atletismo no século XX o que Pelé representa para o futebol. Depois de ganhar medalha de ouro em três Olimpíadas, ela sofreu um acidente em que teve a maior parte do corpo afetada com queimaduras de segundo e terceiro grau. Com força de vontade, recuperou-se e voltou a ganhar o ouro em mundiais de atletismo. Quirot é uma das ex-atletas que fazem parte da delegação cubana neste Pan. A entrevista que deu na segunda-feira da semana passada ao SporTV é de emocionar. Mostra que ela não é só uma campeã no esporte, mas também na vida. Vejam em http://www.youtube.com/watch?v=6zGC344Jzms



Escrito por Cid Benjamin às 11h51
[   ] [ envie esta mensagem ]




Juca Kfouri: Marca do Pan será uma CPI

Entrevista a Lucas Ferras no site Congresso em Foco.

Ao fazer a previsão, Juca Kfouri diz que competição é “evento de terceira categoria” e destaca o estouro de 400% no orçamento dos jogos

Em contraste com as matérias ufanistas da televisão, que exaltam o Brasil e os atletas brasileiros com um otimismo que chega a beirar o ridículo, as declarações fortes – e algumas vezes ácidas – de Juca Kfouri são difíceis de se encontrar em tempos de jogos Pan-Americanos. Ele é um dos poucos jornalistas que cobrem o esporte com um viés político – ou a política sob o ponto de vista esportivo, tanto faz.
Para Juca Kfouri, o Pan do Rio de Janeiro, que termina no próximo domingo, “é um evento de terceira categoria”, com países como Estados Unidos e Canadá enviando atletas longe de serem do primeiro escalão. “Em termos esportivos, há muito tempo o Pan não representa nada de importante. Basta dizer que desde 1987, há 20 anos, não se quebra um recorde mundial nos jogos Pan-Americanos”, diz.
E o que acontece? “Acaba sendo uma coisa falaciosa. O país está criando uma expectativa de achar que vai chegar em Pequim [nas Olimpíadas de 2008] e achar que vai repetir esse número de medalhas. Evidentemente que não vai”, afirma.
Como marca do Pan, o jornalista acredita que ficará uma possível investigação do evento em uma comissão parlamentar de inquérito, no Congresso (algo ainda sequer cogitado pelos parlamentares) e na Câmara de Vereadores do Rio, onde ela já foi criada e está prevista para ser instalada em 14 de agosto, após os jogos.
O escândalo – e que é uma das motivações da CPI – diz respeito aos gastos com o evento. A previsão inicial era de R$ 720 milhões, mas o valor está prestes a chegar na casa dos R$ 4 bilhões. “Tudo foi feito rigorosamente em cima das pernas, para usar uma expressão educada”, diz Juca.
Leia a íntegra da entrevista em
http://congressoemfoco.ig.com.br:80/Noticia.aspx?id=18111.



Escrito por Cid Benjamin às 11h50
[   ] [ envie esta mensagem ]




Gasto escaldado imita Marco Aurélio e faz top-top



Escrito por Cid Benjamin às 11h50
[   ] [ envie esta mensagem ]




O nosso James Dean

Como se pode constatar, o boxeador brasileiro James Dean não tem grande semelhança física com o roqueiro americano de quem herdou o nome.



Escrito por Cid Benjamin às 11h49
[   ] [ envie esta mensagem ]




É do ramo!

Esta foi mandada pelo meu irmão Leo.

Em 1964 corria como piada que o Dops premiava com mil cruzeiros cada delação. Uma pessoa perguntou:
- Se eu delatar 30 subversivos ganho 30 mil cruzeiros?
O agente do Dops respondeu:
 - Quem conhece 30 comunistas vai preso, pois é do ramo!
O que se pode dizer de um presidente que está rodeado por mais de 30 indiciados, corruptos e corruptores, que ele conhece tão bem que até os nomeou para elevados cargos de confiança?
Ele é do ramo.



Escrito por Cid Benjamin às 11h48
[   ] [ envie esta mensagem ]




Truque dá errado e ilusionista japonesa é perfurada por espadas

(AFP) - Um dos extravagantes espetáculos da ilusionista Princesa Tenko terminou em acidente no último domingo, no Japão. A artista foi ferida gravemente enquanto realizava um de seus truques de magia.
Ela deveria escapar de uma caixa na qual se encontrava antes de a mesma ser perfurada por dez espadas. No entanto, alguma coisa falhou e algumas das lâminas a feriram. Uma delas fez um corte profundo em sua bochecha, enquanto outra feriu suas costas.
"Ela está sofrendo muito", informou seu agente, o empresário Noboru Ochiai, explicando que Tenko necessitará de pelo menos um mês para sarar de seus ferimentos. A princesa Tenko, que nunca revela seu verdadeiro nome ou idade, é muito famosa em toda a Ásia.



Escrito por Cid Benjamin às 11h48
[   ] [ envie esta mensagem ]




Receba as atualizações do blog por e-mail

Para tal, é só nos fazer o pedido no campo reservado aos comentários.

Escrito por Cid Benjamin às 12h37
[   ] [ envie esta mensagem ]




Frases da semana

"Quando aprendo uma palavra difícil, quero repeti-la". Inexorável eu acho o máximo. É inexorável a sustentabilidade do crescimento econômico brasileiro”.
Lula.

“Quem foi vaiado no Maracanã no dia 13/7/07 não foi aquele Lula de 30 anos atrás, foi o presidente da República -que defende Severino, Collor e Renan Calheiros, que não vê e não sabe de mensalão, dossiê e cuecão e que agrada tanto ao miserável do Bolsa Família quanto ao banqueiro do lucro recorde.”
Eliane Catanhade, jornalista, em artigo na Folha de S. Paulo.



Escrito por Cid Benjamin às 12h36
[   ] [ envie esta mensagem ]




Pergunta da semana

Por que só no Brasil não se consegue organizar de forma decente o tráfego aéreo?



Escrito por Cid Benjamin às 12h36
[   ] [ envie esta mensagem ]




O top-top-top de Marco Aurélio

Conheci Marco Aurélio Garcia nos tempos de exílio. Tinha uma boa relação política e pessoal com ele. Decepcionei-me com as posições que, posteriormente, assumiu no PT e no governo Lula. Mas acho que está havendo certo exagero na exploração de seu gesto, ao tomar conhecimento do problema no reverso do avião da TAM. De qualquer forma, quem não viu o episódio, pode conferir no endereço http://www.youtube.com/watch?v=wW-ptpYQ1Ds.



Escrito por Cid Benjamin às 12h35
[   ] [ envie esta mensagem ]




Festival de irresponsabilidades

A esta altura, está claro que o acidente com o avião da TAM foi um desastre anunciado. E que, provavelmente, não teve uma única origem. Uma coisa, porém, pode-se afirmar: quase todas as causas têm relação com a sede de lucro das empresas e a “privatização” do Estado brasileiro, fatiado e distribuído às mais diferentes facções políticas e empresariais, em acordos inescrupulosos.
A “privatização” da Anac, a agência que deveria fiscalizar as empresas aéreas e, por meios que se pode imaginar, foi dominada por elas é um crime.
A falta de escrúpulos da TAM, que sabia que o avião estava com problemas e adiou o conserto do tal reverso, por conta da sua sede de lucros, é outro.
A irresponsabilidade da Infraero – freqüentemente apontada como um dos maiores focos de corrupção num governo que não prima exatamente pela honestidade - é um escândalo. Reabrir Congonhas (que tem problemas estruturais) sem ter finalizado as obras na pista que garantiriam maior segurança foi quase um ato de homicídio culposo.
Ao fim de tudo, fica um pergunta: por que as recentes medidas anunciadas por Lula não tinham sido tomadas antes, tão óbvias elas são.



Escrito por Cid Benjamin às 12h35
[   ] [ envie esta mensagem ]




Paranóia do PT - I

Os petistas têm que parar com essa história de que toda e qualquer crítica ao governo Lula tem como origem um suposto complô da mídia. Desde que vieram à tona o mensalão e as demais denúncias de Roberto Jefferson (aliás, praticamente todas confirmadas), esta tem sido a tônica do comportamento do PT. Desde que surgiu o apagão aéreo, os petistas insistem em dizer que a mídia tem amplificado os problemas.
As críticas que a grande imprensa faz às deficiência de gerenciamento do governo federal (que, em muitos casos, tem origem no balcão de negócios montado por Lula) são justas.
Mais justas ainda são as críticas que a grande imprensa não faz: Lula não dirige um governo de mudanças e assumiu o ideário neoliberal.



Escrito por Cid Benjamin às 12h35
[   ] [ envie esta mensagem ]




Paranóia do PT – II

Será que José Dirceu está arrependido de ter escrito em seu blog, há 15 dias, que a mídia exagerava nas críticas à crise do setor aéreo?



Escrito por Cid Benjamin às 12h34
[   ] [ envie esta mensagem ]




Terá Veríssimo razão?

Veríssimo escreveu esta semana na sua coluna no Globo: “A companhia do que há de mais preconceituoso e reacionário no país inibe qualquer crítica a Lula, mesmo as que ele merece”. Eu me alinho entre os admiradores de Veríssimo, mas, no caso, ele não tem razão. No segundo turno, entre Alckmin e Lula, votei no segundo, por considerá-lo menos nocivo ao país do que a volta do PSDB. Mas o fato de Lula ter pefelês e tucanos como adversários, não pode inibir a crítica a ele, até porque, mais do que a política, o que está em jogo nessa disputa é o controle do aparelho de Estado – para o bem e, principalmente, para o mal. Assim se a esquerda deixar de criticar o governo Lula e a direitização do PT estará abdicando de defender uma política própria e vai se limitar a escolher entre neoliberais fundamentalistas e os novos neoliberais. Deve ser lembrado, inclusive, que, sob muitos aspectos, a política de Lula é neoliberal fundamentalista (basta ver que os bancos têm mais privilégios e maiores lucros no governo do PT do que na era FHC). Depois, é bom não esquecer, ao lado de Lula (e com poder em seu governo) está gente tão ou mais direitista do que PFL e PSDB. Ou não são assim o PP de Maluf e o PTB? (Aliás, tenho um amigo petista que me cobra cada vez que vê no jornal uma foto do meu correligionário Chico Alencar ao lado de algum pefelista nas denúncias contra Renan Calheiros; curiosamente ele não se choca com o fato de que boa parte da base e dos líderes de Lula no Congresso, assim como vários de seus ministros terem apoiado FHCe participado do governo tucano).
Houvesse o risco do fascismo com o enfraquecimento de Lula, seria correto apoiar o mal menor.
Mas, francamente, este não é o caso.



Escrito por Cid Benjamin às 12h34
[   ] [ envie esta mensagem ]




O sujo e o mal lavado

O PSDB critica Lula por abafar CPIs no Congresso. O PT critica Serra por abafar CPIs em SP. Quem tem razão?



Escrito por Cid Benjamin às 12h34
[   ] [ envie esta mensagem ]




É o cipó de aroeira no lombo de quem mandou dar

Abaixo, uma carta antológica de João Capiberibe (PSB)a Renan Calheiros. Capiberibe é ex-preso político, ex-prefeito de Macapá, ex-governador do Amapá (1995-2002) e um senador que teve o mandato cassado, com a inestimável ajuda de Renan.

Carta aberta ao senador Renan Calheiros

Não se aborreça e nem me leve a mal, mas bateu uma vontade incontida de falar um pouco da vida cotidiana do Brasil da planície, que já o aguarda com certa ansiedade.
Continuo tocando com entusiasmo minha militância política. Agora, sem as atribuições inerentes ao mandato de senador, que você ajudou a retirar de mim com bastante empenho.
Tendo em vista a situação inusitada da instituição que você preside e levando em conta os acontecimentos nos quais você figura com destaque e excepcional desenvoltura, me pergunto se não seria o caso de agradecer o mal que você me causou.
Talvez você, em função da estressante e diversificada responsabilidade política, empresarial e familiar, tenha apagado da memória qualquer registro a meu respeito.
Portanto, permita, em poucas palavras, dizer em que momentos nossos caminhos se cruzaram.
Sou aquele senador que, antes de completar o 3º ano de mandato, foi expurgado do Senado sem direito a defesa e substituído, com pompa e circunstância, por um senador do PMDB, o seu partido. Lembra-se deste episódio?

Leia a íntegra da carta em http://oglobo.globo.com/pais/noblat/post.asp?cod_Post=66093&a=119



Escrito por Cid Benjamin às 12h33
[   ] [ envie esta mensagem ]




Amplificando as vaias...

Desde que me entendo por gente, políticos são vaiados em estádios de futebol. Tenho a impressão de que a reação de Lula e do PT acabou amplificando a dimensão do ocorrido.



Escrito por Cid Benjamin às 12h33
[   ] [ envie esta mensagem ]




Vaia em Julinho

Em tempos em que vaias são manchetes, vale ler este texto de Ruy Castro sobre a maior vaia que o Maracanã conheceu.

Em 1959, o Brasil ia enfrentar a Inglaterra no Maracanã. Seria o primeiro jogo da seleção em casa desde a Copa da Suécia no ano anterior e, não por acaso, no seu palco favorito.
Era o Brasil de Pelé e Garrincha. Mas, se Pelé era indiscutível, a imprensa passara a semana alertando para a possibilidade de Garrincha ser barrado. Motivos não faltavam: estava gordo, lento, dispersivo e, todos sabiam, exaurira-se nos braços da vedete Angelita Martinez, o avião dos aviões. Mesmo assim, ninguém acreditava que o deixassem de fora. Na hora do jogo, quando o locutor do Maracanã anunciou Julinho na ponta-direita, os 127 mil presentes, apaixonados por Garrincha, mandaram a maior vaia da história do estádio.
Julinho também era um grande jogador. Só não fora à Suécia com a seleção porque estava na Itália e, naquele tempo, os "estrangeiros" não tinham vez. Era um homem sensível, apaixonado pelo Brasil. Acabara de ser repatriado pelo Palmeiras e fora convocado para ser reserva de Garrincha. De repente, via-se titular e ouvia a voz do Maracanã -a voz do Brasil.
Subiu chorando os degraus de acesso ao gramado e, ainda chorando, cantou o hino. A vaia não parava. Mas o jogo começou e, ali, Julinho convenceu-se de que precisava ser Julinho, não um menino amuado. Mal foi dada a saída, descadeirou um inglês com um drible. O estádio silenciou. Aos dois minutos, fez o primeiro gol. O Maracanã quase desabou
em aplausos. E assim foi pelo resto do jogo: a cada grande jogada, ou se apenas tocava na bola, o Maracanã delirava. No segundo tempo, ainda cruzou para Henrique, do Flamengo, fechar em 2 x 0.
Naquele dia, Julinho foi grande na vaia, e o Maracanã, no aplauso. Os dois saíram maiores do episódio. Mas há de ser um craque para dobrar um estádio.



Escrito por Cid Benjamin às 12h32
[   ] [ envie esta mensagem ]




Guerra santa

Esta é do Painel da Folha.

Entre as chapas que se inscreveram para disputar vagas na direção da UNE, em congresso realizado duas semanas atrás, uma surpreendeu pelo nome inusitado: "Deus". No discurso a que teve direito, seu único representante leu passagens da Bíblia. Em seguida foi a vez dos integrantes do DEM defenderem sua tese diante dos estudantes, a maioria ligada a partidos como PC do B e PT.
Encerrados os debates e a apuração dos votos, chamou a atenção da platéia o fato de o solitário religioso ter recebido mais votos do que a chapa do Democratas. Rapidamente, um slogan se espalhou entre os presentes:
-"Deus" vence os "demos" no congresso da UNE!



Escrito por Cid Benjamin às 12h31
[   ] [ envie esta mensagem ]




Jogando conversa fora

Pedofilia não é um problema só da igreja, declara o Vaticano

E daí?



Escrito por Cid Benjamin às 12h31
[   ] [ envie esta mensagem ]




Ajuda inestimável



Escrito por Cid Benjamin às 12h31
[   ] [ envie esta mensagem ]




Globo On Line mata ACM antes da hora

Vejam estas duas notas e reparem o horário em que foram postadas.



Escrito por Cid Benjamin às 12h30
[   ] [ envie esta mensagem ]




Relaxa e compra

Veja o comercial da Pegeot, inspirado no conselho da ministra Marta Suplicy aos passageiros de avião, retirado do ar devido a pressões do governo federal. O endereço é  http://www.youtube.com/watch?v=jCr_rcRF2Ts.



Escrito por Cid Benjamin às 12h28
[   ] [ envie esta mensagem ]




Marta inspira anúncio de motel



Escrito por Cid Benjamin às 12h27
[   ] [ envie esta mensagem ]




Marta inspira argentinos



Escrito por Cid Benjamin às 12h24
[   ] [ envie esta mensagem ]




Pelé

Quem gosta de futebol não pode perder este vídeo sobre gols e jogadas de Pelé. São dez minutos da mais pura arte. O endereço é http://www.youtube.com/watch?v=KFgkzOSBA2s.



Escrito por Cid Benjamin às 12h23
[   ] [ envie esta mensagem ]




A nova camisa da Argentina

Como los hermanos estão se especializando em vice-campeonatos, encomendaram este novo modelo de camisa.



Escrito por Cid Benjamin às 12h23
[   ] [ envie esta mensagem ]




Homenagem ao Vasco

A torcida brasileira lembrou o Vasco ao homenagear a Argentina, neste domingo, por ocasião da entrega das medalhas de handebol no Pan. O grito “Vice de novo”, tão familiar no Maracanã, ecoou no Riocentro.



Escrito por Cid Benjamin às 12h21
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Homem
Histórico
  16/12/2007 a 31/12/2007
  01/12/2007 a 15/12/2007
  16/11/2007 a 30/11/2007
  01/11/2007 a 15/11/2007
  16/10/2007 a 31/10/2007
  01/10/2007 a 15/10/2007
  16/09/2007 a 30/09/2007
  01/09/2007 a 15/09/2007
  01/08/2007 a 15/08/2007
  16/07/2007 a 31/07/2007
  01/07/2007 a 15/07/2007
  16/06/2007 a 30/06/2007
  01/06/2007 a 15/06/2007
  16/05/2007 a 31/05/2007
  01/05/2007 a 15/05/2007
  16/04/2007 a 30/04/2007
  01/04/2007 a 15/04/2007
  16/03/2007 a 31/03/2007
  16/12/2006 a 31/12/2006
  16/11/2006 a 30/11/2006
  01/11/2006 a 15/11/2006
  16/10/2006 a 31/10/2006
  01/10/2006 a 15/10/2006
  16/09/2006 a 30/09/2006
  01/09/2006 a 15/09/2006
  16/08/2006 a 31/08/2006
  01/08/2006 a 15/08/2006
  16/07/2006 a 31/07/2006
  01/07/2006 a 15/07/2006
  16/06/2006 a 30/06/2006
  01/06/2006 a 15/06/2006
  16/05/2006 a 31/05/2006
  01/05/2006 a 15/05/2006
  16/04/2006 a 30/04/2006
  01/04/2006 a 15/04/2006
  16/03/2006 a 31/03/2006
  01/03/2006 a 15/03/2006
  16/02/2006 a 28/02/2006
  01/02/2006 a 15/02/2006
  16/01/2006 a 31/01/2006
  01/01/2006 a 15/01/2006
  16/12/2005 a 31/12/2005
  01/12/2005 a 15/12/2005
  16/11/2005 a 30/11/2005


Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo



O que é isto?