Blog do Cid Benjamin


Receba por e-mail as atualizações deste blog

Para tal, é só nos enviar uma mensagem fazendo o pedido.

Escrito por Cid Benjamin às 22h03
[   ] [ envie esta mensagem ]




Frases

O PT ganhou o poder, mas perdeu o rumo. O PSDB perdeu o poder e o rumo. O PMDB só tem o rumo do poder. E o PFL trocou de nome e nem assim achou o seu rumo.
Chico Alencar, deputado federal pelo PSOL-RJ.

“Amanhã poderá ser qualquer um de nós”.
Efraim Morais (DEM-PB), primeiro-secretário da Mesa do Senado, referindo-se ao caso Renan Calheiros em reunião de seu partido.



Escrito por Cid Benjamin às 22h02
[   ] [ envie esta mensagem ]




Perguntas

Se os jovens riquinhos de Brasília que queimaram vivo o pataxó Galdino tivessem sido efetivamente punidos, os cinco riquinhos da Barra da Tijuca, no Rio, teriam espancado quase até à morte, “por brincadeira”, a empregada doméstica Sirley neste fim de semana?  

O que dizer do riquinho que ao chegar à delegacia disse que logo estaria solto porque sua família tinha dinheiro?

E do pai do outro riquinho que classificou de absurda a prisão dos jovens espancadores porque eles “são universitários”?



Escrito por Cid Benjamin às 22h02
[   ] [ envie esta mensagem ]




A avacalhação da política

Uma das piores heranças que vai deixar o PT do período em que governou o país é a desmoralização da atividade política. Mais do que nunca, a política e os que se dedicam a ela estão estigmatizados. Para a maioria dos brasileiros, a política é o reino da corrupção, do aproveitamento pessoal e da impunidade. Mas, ao se olhar hoje para o Congresso, podemos dizer que quem pensa assim está longe da verdade? Mais: o Executivo e o Judiciário dão exemplos melhores?
Quem poderia prever, nos primórdios do PT, que ao cabo de oito anos de Lula à frente do país o povo brasileiro estaria mais alienado e mais refratário à política? É um retrocesso descomunal que isso ocorra.
Os petistas sinceros deveriam pensar em coisas como esta antes de se engajarem na defesa dos renan calheiros da vida...



Escrito por Cid Benjamin às 22h01
[   ] [ envie esta mensagem ]




Estas duas notas são do Painel da Folha de S.Paulo

São Nunca

O recesso parlamentar de julho não é o único aliado de Renan Calheiros (PMDB-AL) em sua nova tática de empurrar com a barriga o processo a que responde no Conselho de Ética. No Senado, todos apostam que o advogado Eduardo Ferrão, experimentado em causas políticas, abandonará a face teatral exibida diante do conselho e partirá para a etapa dos recursos judiciais -que, num caso como esse, podem se arrastar indefinidamente. Uma hipótese cogitada é pedir a anulação do processo pelo fato de a representação do PSOL contra Renan não falar claramente em quebra de decoro. Outra seria tentar anular a perícia da PF, feita sem autorização do Supremo Tribunal Federal.



Escrito por Cid Benjamin às 21h58
[   ] [ envie esta mensagem ]






Escrito por Cid Benjamin às 21h56
[   ] [ envie esta mensagem ]




Caos nos aeroportos

Os petistas exercitam sua prática predileta nos últimos tempos: choramingar, culpando a imprensa pelo que sai de negativo para o governo ou o partido nos jornais. Agora, o alvo são as reportagens sobre o apagão aéreo. José Dirceu, em seu blog, chega a acusar a mídia pelo uso da expressão “caos nos aeroportos”. Como se houvesse exagero em tal expressão.
Mas o governo federal tem, sim, responsabilidade pelo que acontece. Se era possível falar-se em “surpresa” quando o problema surgiu, nove meses depois isso não pode mais servir de justificativa.
A origem da crise parece estar em se ter civis e militares executando a mesma função, no controle dos vôos. Tudo indica que são justas as reivindicações dos controladores (tanto as salariais, como as por melhor condição de trabalho). Mas como dar-lhes aumento de salário sem atropelar a hierarquia nas Forças Armadas e sem fazer com que um sargento passe a ganhar mais do que um militar de patente superior? E como dar aumento apenas para os civis, se estes trabalham lado a lado com os militares, nas mesmas funções?
Nesse quadro, há duas alternativas: ou se militariza de vez o setor, deixando sua operação a cargo apenas de sargentos, que, por serem militares da ativa não podem fazer luta sindical; ou, o que o bom senso recomenda, se substitui os militares por civis, pagando-lhes um salário digno e dando-lhes boas condições de trabalho.
Mas, para substituir os sargentos nessa função, o governo teria que ter feito algo que não fez há nove meses: ter formado controladores para substituir os atuais sargentos.
Daí, o caos.



Escrito por Cid Benjamin às 21h54
[   ] [ envie esta mensagem ]




A quem interessa restringir a escuta telefônica?

O ministro da Justiça, Tarso Genro, propôs a restrição ao uso de grampos telefônicos, mesmo os autorizados pela Justiça, nas investigações policiais. Seria uma resposta às críticas sobre os vazamentos para a imprensa. Por que, então, não se punir de forma mais drástica os vazamentos, em vez de se restringir as escutas, que têm sido o principal instrumento para se investigar crimes de corrupção?



Escrito por Cid Benjamin às 21h54
[   ] [ envie esta mensagem ]




Pega na mentira

A grande imprensa está criticando o recente aumento dos salários nos cargos de confiança do governo e a norma interna do PT os filiados que ocupam esses cargos a doar um percentual de seus salários para o partido. É bobagem.
Sustentando o PT (que, nesse aspecto, tem razão) tem todo o direito de exigir isso de seus filiados, o dirigente Marco Aurélio Garcia disse que seria ótimo se os partidos se mantivessem com os recursos de seus filiados e simpatizantes. Mas, aí, se animou e foi além: afirmou que as contribuições dos filiados são a maior fonte de receita do PT.
Não é verdade. Reportagem da Folha de S.Paulo mostrou que as doações de bancos são, de longe, a maior fonte dos recursos petistas.
Em 2004, o segundo ano do governo Lula, as doações dos bancos ao PT nacional e ao PT de São Paulo alcançaram R$ 5,7 milhões em 2004. No mesmo ano, contribuições de filiados e dos parlamentares só chegaram a R$ 550 mil.
Mesmo comparando-se com o PSDB – que, outrora, era o queridinho do sistema financeiro – o PT ganha longe. Nas eleições municipais de 2004, o PT recebeu dos bancos R$ 7,9 milhões. O PSDB, “apenas” R$ 4,1 milhões. Os números são da matéria da Folha.
Não tenho dados atualizados, mas imagino que, de lá para cá, a ajuda dos banqueiros ao PT só deve ter aumentado – assim como os lucros dos bancos nos dois governos Lula também só aumentaram.



Escrito por Cid Benjamin às 21h54
[   ] [ envie esta mensagem ]




Faça como eu digo, não faça como eu faço

Mas, voltando à questão dos cargos comissionados, o problema não é o desconto dos filiados para seu partido, nem mesmo do reajuste salarial. O PT sempre criticou o excesso de cargos em comissão que tem o governo federal, prometendo diminuí-los drasticamente. O aumento de seu número, durante o governo Lula, de 19 mil para 22 mil, responde tão-somente à “necessidade” de acomodar mais apaniguados (do PT e de partidos aliados) nas tetas do governo.
Não tem anda a ver com o interesse da administração.



Escrito por Cid Benjamin às 21h53
[   ] [ envie esta mensagem ]




Superávit primário – artigo de Léo Lince

O Banco Central publicou, nos jornais da semana, alguns dados da nossa contabilidade pública referentes aos idos de abril. Um espanto. Segundo a matéria de capa de quase todos os cadernos econômicos dos grandes jornais, o Brasil bateu, naquele mês, recorde histórico de economia para pagamento dos juros. Essa “economia”, o mal chamado superávit primário, somou R$ 23,5 bilhões, o maior valor já registrado desde que se mede tal descalabro.
Para se avaliar o tamanho bestial de tal quantia, basta dizer que ela quase equivale ao que o governo imagina investir em obras o ano inteiro: R$ 25 bilhões. Ou seja, em um mês se gasta em juros quase tanto quanto se reserva para investir o ano inteiro. O tão propagandeado PAC, outra comparação, desembolsou nos quatro primeiros meses deste ano apenas R$ 680,7 milhões. Perto da roleta cassino, uma aceleração merreca. Já o superávit primário de abril triplicou em relação ao de março.

Leia o artigo na íntegra no site do deputado Chico Alencar (PSOL-RJ): http://www.chicoalencar.com.br:80/chico2004/artigos_do.php?codigo=439



Escrito por Cid Benjamin às 21h53
[   ] [ envie esta mensagem ]




Campanha pelo impeachment de Bush

O New York Times publicou em 22 de junho de 2007 o anúncio abaixo pedindo o impeachment de Bush.

"As pessoas olham para isso e pensam em Hitler - e elas estão certas. O regime de Bush está determinado a reorganizar a sociedade rapidamente, de uma forma fascista, e pelas próximas gerações. Temos de agir agora; o futuro está em jogo".
O texto é parte de um anúncio publicado nesta sexta-feira no New York Times, lançando uma campanha que tem o nome de "2008 é muito tarde", "O mundo não pode esperar, derrube o regime de Bush".
A campanha contra Bush foi lançada no mesmo dia em que uma pesquisa encomendada pela revista Newsweek revela que apenas 26% dos americanos aprovam o governo; dos 65% que desaprovam, um terço é de republicanos.
O único presidente americano menos popular que Bush na História recente foi Richard Nixon, que tinha aprovação de apenas 23% em 1974, sete meses antes de renunciar para evitar o impeachment.
A campanha acusa Bush de sete crimes:
"Seu governo, baseado em mentiras ultrajantes, luta uma guerra criminosa e profundamente ilegítima no Iraque, com outros países em vista"
"Seu governo abertamente tortura pessoas e justifica isso"
"Seu governo põe pessoas na cadeia baseado em suspeitas, negando a elas advogados e as mantendo presas indefinidamente ou as deportando na calada da noite"
"Seu governo está cada dia mais próximo de uma teocracia, em que um tipo odioso de fundamentalismo cristão vai governar"
"Seu governo bloqueia a Ciência que não se enquadra na agenda religiosa, política e econômica, forçando a geração atual e futuras gerações a pagar um preço terrível".
"Seu governo pretende negar às mulheres, aqui e em todo o mundo, o direito ao controle da natalidade e ao aborto"
"Seu governo promove a cultura da ganância, fanatismo, intolerância e ignorância"
A campanha promoverá encontros em Chicago, Nova York, Filadélfia, Los Angeles e San Francisco.
Dentre aqueles que assinaram o abaixo-assinado estão o escritor Gore Vidal, a atriz Jane Fonda e o ator Sean Penn.




Escrito por Cid Benjamin às 21h52
[   ] [ envie esta mensagem ]




Para quem gosta de futebol e de filosofia...

Veja uma partida de futebol entre os maiores filósofos da História da Humanidade. É só clicar em http://www.youtube.com/watch?v=moWZm66J_yM



Escrito por Cid Benjamin às 21h51
[   ] [ envie esta mensagem ]




Simplificando as coisas

Quando se tem doutorado
O dissacarídeo de fórmula C12H22O11, obtido através da fervura e da evaporação de H2O do líquido resultante da prensagem do caule da gramínea Saccharus officinarum (Linneu, 1758) isento de qualquer outro tipo de processamento suplementar que elimine suas impurezas, quando apresentado sob a forma geométrica de sólidos de reduzidas dimensões e restas retilíneas, configurando pirâmides truncadas de base oblonga e pequena altura, uma vez submetido a um toque no órgão do paladar de quem se disponha a um teste organoléptico, impressiona favoravelmente as papilas gustativas, sugerindo impressão sensorial equivalente provocada pelo mesmo dissacarídeo em estado bruto, que ocorre no líquido nutritivo da alta viscosidade, produzindo nos órgãos especiais existentes na Apis mellifera.(Linneu, 1758) No entanto, é possível comprovar experimentalmente que esse dissacarídeo, no estado físico-químico descrito e apresentado sob aquela forma geométrica, apresenta considerável resistência a modificar apreciavelmente suas dimensões quando submetido a tensões mecânicas de compressão ao longo do seu eixo em conseqüência da pequena capacidade de deformação que lhe é peculiar.

Quando se tem mestrado
A sacarose extraída da cana-de-açúcar, que ainda não tenha passado pelo processo de purificação e refino, apresentando-se sob a forma de pequenos sólidos tronco-piramidais de base retangular, impressiona agradavelmente o paladar, lembrando a sensação provocada pela mesma sacarose produzida pelas abelhas em um peculiar líquido espesso e nutritivo. Entretanto, não altera suas dimensões lineares ou suas proporções quando submetida a uma tensão axial em conseqüência da aplicação de compressões equivalentes e opostas.

Quando se tem graduação
O açúcar, quando ainda não submetido à refinação e, apresentando-se em blocos sólidos de pequenas dimensões e forma tronco-piramidal, tem sabor deleitável da secreção alimentar das abelhas; todavia não muda suas proporções quando sujeito à compressão.

Quando se tem ensino médio
Açúcar não refinado, sob a forma de pequenos blocos, tem o sabor agradável do mel, porém não muda de forma quando pressionado.

Quando se tem ensino fundamental
Açúcar mascavo em tijolinhos tem o sabor adocicado, mas não é macio ou flexível.

Quando não se tem estudo
Rapadura é doce, mas não é mole, não!



Escrito por Cid Benjamin às 21h50
[   ] [ envie esta mensagem ]




Inclusão digital

Esta me foi mandada pelo Aníbal Monarcha.

A verdadeira inclusão digital é o exame de próstata.



Escrito por Cid Benjamin às 21h50
[   ] [ envie esta mensagem ]




Receba por e-mail as atualizações do blog

Para isso, é só nos fazer o pedido no campo reservado aos comentários.

Escrito por Cid Benjamin às 12h45
[   ] [ envie esta mensagem ]




Frase da semana

“Não importa o resultado da perícia, não mudarei uma vírgula do meu relatório”.
Senador Epitácio Cafeteira (PMDB-MA), informando que, haja o que houver, pedirá o arquivamento das denúncias contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Mesmo assim o bloco governista o manteve na relatoria do caso.



Escrito por Cid Benjamin às 12h43
[   ] [ envie esta mensagem ]




Sobre oxímoros

Esta foi enviada pelo meu irmão Leo

Oxímoro é, segundo o Houaiss, uma figura de retórica na qual se combinam palavras de sentido oposto que parecem excluir-se mutuamente, mas que, no contexto, reforçam uma expressão. Por exemplo: o grito do silêncio, silêncio ensurdecedor, obscura claridade, contentamento descontente, ilustre desconhecido, e por aí vai.
Pois bem, o Brasil, além de tudo, é mesmo um país oximoroso. O autor da descoberta é o professor de português Sérgio Rodrigues. Há um tremendo oxímoro que não sai das manchetes dos jornais nos últimos dias: Conselho de Ética do Senado.



Escrito por Cid Benjamin às 12h42
[   ] [ envie esta mensagem ]




Pergunta da semana

Você acredita na(s) versão(ões) do senador Renan Calheiros?



Escrito por Cid Benjamin às 12h42
[   ] [ envie esta mensagem ]




Gado de Renan é um dos mais valorizados do país

A Folha de S. Paulo mostra que, pelo visto, o presidente do Senado vendeu gado a um preço superior ao do mercado paulista. As vacas de Renan também têm taxa de fecundidade 86% acima da média de fazendas com a tecnologia mais avançada no Brasil. Como disse o senador Pedro Simon – do mesmo partido de Renan – o país está perdendo um excepcional ministro da Agricultura.



Escrito por Cid Benjamin às 12h42
[   ] [ envie esta mensagem ]




Partido de negócios?

É verdade que a participação de Vavá em tráfico de influência foi amplificada por ele ser irmão de Lula. Embora Vavá já tenha tido até aberto um escritório para a intermediação de negócios com o governo federal, pelo visto não chegou a conseguir muita coisa nesse terreno.
Mas o que deve fazer um partido político sério ao ver um militante acusado de corrupção mais grossa –e, no caso, com todos os indícios de veracidade – como é o caso do tal Dario Morelli? Será que é orientá-lo a se calar? Ao fazer isso o PT não está trazendo para si atos criminosos provavelmente cometidos a sua revelia?



Escrito por Cid Benjamin às 12h41
[   ] [ envie esta mensagem ]




Os mil "Sombras" do PT

Artigo de Clovis Rossi, na Folha.

Lembra-se do primeiro escândalo envolvendo o lulo-petismo? Foi a morte do coordenador do programa de campanha de Luiz Inácio Lula da Silva à eleição de 2002, o prefeito de Santo André, Celso Daniel. O até agora principal suspeito, Sérgio Gomes da Silva, não por acaso o "Sombra", passou da condição de segurança do prefeito a empresário em um espaço de tempo que revela ou notável criatividade ou notável malandragem.
Lembremos ainda que a família de Daniel insiste até hoje, passados cinco anos, que a morte do prefeito está ligada às denúncias de cobrança de propina de empresários do setor de transportes
em Santo André. O prefeito teria tentado impedir o funcionamento do esquema.
O que há de similar nesse episódio e nos muitos que envolveram lulo-petistas daí em diante ou mais fortemente a partir da chegada ao poder federal? É a quantidade de "Sombras" que trabalham com ou para o PT e que exibem sinais exteriores de riqueza e/ou poder incompatíveis com o passado.
Esse tipo de personagens aparece no "mensalão", nos sanguessugas, no episódio Gautama e agora, na Operação Xeque-Mate, esta envolvendo em diálogos comprometedores até o irmão do presidente da República. Fica evidente que a emergência do PT, em vez de ser a ascensão ao poder da classe operária, ao contrário do que indicaria o nome do partido, permitiu a ascensão de uma classe empresarial cujos negócios são feitos à sombra do poder, em conluio com funcionários públicos ou com gente que tem ou diz ter (caso Vavá) as chaves para abrir portas (ou cofres) no governo.
É cinismo os dirigentes do partido alegarem ignorância sobre cada um e todos os escândalos. Nos governos passados, sentiam mau cheiro até onde, às vezes, nem havia. Agora, têm narizes, olhos e ouvidos tapados. Por conivência ou por omissão, são tão culpados quanto os "Sombras".



Escrito por Cid Benjamin às 12h41
[   ] [ envie esta mensagem ]




Reforma política

Confesso que tenho dúvidas sobre a reforma política. O voto em lista – a única forma de se viabilizar o financiamento público das campanhas – esbarra num problema grave: o fortalecimento das burocracias partidárias, que passariam a ordenar os nomes e, assim, a escolher os eleitos.
A proposta de combinar o voto em lista com a possibilidade de o eleitor mudar a ordem dos nomes tem dois problemas: 1) na prática não teria grande feito, pois apenas pequena parcela dos eleitores faria isso; 2) traria de volta os inconvenientes da disputa dentro de cada partido e, assim, de campanhas individuais.
Apesar de tudo, talvez o voto na lista fechada – acompanhado da realização de prévias entre os filiados do partido para ordenar as listas - seja o menos pior dos sistemas.
Mas, ainda que tendendo para esta opção, admito que ela tem sérios problemas.



Escrito por Cid Benjamin às 12h40
[   ] [ envie esta mensagem ]




Fritura prévia

A sabedoria popular diz que quem muito se agacha, acaba mostrando o fiofó. A posse do futuro ministro da Seloapra, Mangabeira Unger (um guru à procura de um caudilho de quem possa fazer a cabeça), já foi adiada quatro vezes por Lula. O presidente já fritou vários ministros. Agora, inova: Mangabeira é o primeiro caso de um ministro fritado antes da posse.



Escrito por Cid Benjamin às 12h40
[   ] [ envie esta mensagem ]




Sobre breguice e berço de ouro

Enganam-se os que pensam que elegância e berço de ouro andam necessariamente juntos. Marta Suplicy já tinha demonstrado cafonice. Seu casamento, em segundas núpcias, deu cabais demonstrações disso. A foto dos noivos, engalanados, na capa da revista (?) Caras bateu todos os recordes. Agora, com sua frase de que os passageiros retidos nos aeroportos por conta do apagão aéreo deveriam “relaxar e gozar”, Marta bateu recordes de deselegância e grosseria. E mostrou desprezo pelas pessoas comuns, que não têm jatinhos à sua disposição.



 



Escrito por Cid Benjamin às 12h37
[   ] [ envie esta mensagem ]




Em festa, trabalho e pão

Artigo do sempre lúcido Léo Lince, sobre o I Congresso do PSol.

 

 

Os militantes do nascente Partido Socialismo e Liberdade, mais de 740 delegados e um número igual de observadores ativíssimos, vindos dos quatro cantos do continente Brasil, devem ter voltado para a casa com “saudades da Guanabara”. Acampados nas encostas do Pão de Açúcar, eles fizeram do primeiro Congresso do partido uma festa bonita de se ver.
O tempo e São Pedro ajudaram. Não choveu, nem canícula senegalesca, nem o frio siberiano, apenas o sol ameno, o frescor da brisa noturna e a espantosa luminosidade do outono carioca. A batalha das idéias foi travada em campo aberto. O militante, repetindo a canção que nos inspira, declamou que “seu peito é uma lona armada”. A lona principal, reservada para as plenárias gerais, estava cercada de barraquinhas menores, clima de festa junina, onde se encontrava de tudo: comidas, bebidas, livros, revistas, artesanato, discos, camisetas e panfletos para todos os gostos.

Leia a íntegra do artigo no site do deputado Chico Alencar (PSol-RJ): http://www.chicoalencar.com.br



Escrito por Cid Benjamin às 12h36
[   ] [ envie esta mensagem ]




MST numa encruzilhada

O mais importante movimento popular do país, o MST, que fez esta semana seu 5° Congresso, em Brasília, com 18 mil delegados, vive uma encruzilhada: a política de favorecimento ao chamado agronegócio, adotada pelos últimos governos, mudou a situação no campo brasileiro. O próprio João Pedro Stédile, o mais importante líder do movimento, admite que os assentamentos cada vez mais se localizam em áreas distantes, muitas vezes na Amazônia, sem possibilidade de escoamento da produção agrícola. “São muito mais projetos de colonização, do que de reforma agrárias”, disse.
Segundo Stédile, a saída para o MST será ampliar suas bandeiras de luta, mudando o foco de sua atuação. Isso – admita-se ou não - significa assumir um programa cada vez mais de partido político.
Resta saber como vão coexistir a visão crítica em relação ao governo Lula, que hoje é quase unânime na direção do movimento, e a frustração pelo não cumprimento das promessas de reforma agrária com a dependência das cestas básicas fornecidas pelo governo federal para as mais de cem mil famílias acampadas em beira de estradas.



Escrito por Cid Benjamin às 12h34
[   ] [ envie esta mensagem ]




Apague a luz ao sair

A proposta de instalação de disjuntores nas favelas do Rio, para que as luzes possam ser apagadas quando começarem os tiroteios, evitando-se, assim, que bandidos e policiais atirem nos transformadores, danificando-os, é ou não a confissão da falência do poder público?



Escrito por Cid Benjamin às 12h33
[   ] [ envie esta mensagem ]




Custo do Pan aumenta quase 800%

Os Jogos Pan-Americanos do Rio vão custar aos cofres públicos pelo menos 793,72% a mais do que estava previsto em 2002. Segundo a Folha, dados oficiais dos três financiadores governamentais (federal, estadual e municipal) apontam que a conta pública do evento é hoje de R$ 3,7 bilhões. Há cinco anos, quando o Rio conquistou o direito de sediar o Pan, os governos definiram que gastariam R$ 414 milhões.
O prefeito do Rio, César Maia, disse, candidamente, que “uma coisa é o orçamento inicial, outro o que se gasta efetivamente”.
Faltou dizer que os gastos orçados inicialmente são feitos com licitação, ao contrário dos demais, quando “a urgência” dispensa esse procedimento.



Escrito por Cid Benjamin às 12h33
[   ] [ envie esta mensagem ]




Vaticano ordena que católicos não ajudem a Anistia Internacional

O Papa tem se esforçado para mostrar que em matéria de conservadorismo não há limites do reacionarismo. Agora, o Vaticano determinou que católicos não contribuam com a Anistia Internacional, porque a entidade defendeu o direito de aborto para mulheres que foram vítimas de incesto, estupradas, ou que sofram riscos de saúde na gravidez.



Escrito por Cid Benjamin às 12h32
[   ] [ envie esta mensagem ]




Pentágono pensou em utilizar a 'bomba gay' contra soldados inimigos

Esta nota da AFP mostra como a idiotice humana pode ultrapassar quaisquer limites.

Washington, 15 Jun 2007 (AFP) - Uma 'bomba gay', que transforma os soldados inimigos em homossexuais que preferem fazer amor a fazer a guerra, foi uma idéia destrambelhada proposta nos anos 90 ao Pentágono para resolver seus conflitos bélicos. Em 1994 o laboratório Wright, do Exército do Ar em Dayton (Ohio), solicitou ao Departamento de Defesa americano US$ 7,5 milhões para desenvolver bomba constituída de um produto químico de efeito poderoso e afrodisíaco, que levaria os combatentes a adotar um "comportamento homossexual" e que minaria "o espírito e a disciplina das unidades inimigas".
O documento com esta solicitação, descoberto em dezembro de 2004 pelo Sunshine Project, uma associação com sede no Texas e na Alemanha que luta contra as armas biológicas, circula há vários dias pelos blogs e meios de comunicação americanos.
O Pentágono confirmou a existência dessa proposta, mas negou ter aprovado o financiamento. (...)
Edward Hammond, do Sunshine Project, põe em dúvida, no entanto, as afirmações do Pentágono. "A proposta não foi rejeitada de cara. Foi examinada mais tarde", afirma ele no site da associação. Ele diz ainda que a idéia foi inserida em 2000 num CD-ROM promocional sobre as armas não-fatais por um organismo do Pentágono, com sede em Quantico (Virgínia). De acordo com Hammond, a idéia foi reiterada em um estudo submetido à Academia Nacional de Ciências, em 2001.



Escrito por Cid Benjamin às 12h28
[   ] [ envie esta mensagem ]




Ônibus em Lisboa

Esta também foi mandada pelo meu irmão Leo.



Escrito por Cid Benjamin às 12h27
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Homem
Histórico
  16/12/2007 a 31/12/2007
  01/12/2007 a 15/12/2007
  16/11/2007 a 30/11/2007
  01/11/2007 a 15/11/2007
  16/10/2007 a 31/10/2007
  01/10/2007 a 15/10/2007
  16/09/2007 a 30/09/2007
  01/09/2007 a 15/09/2007
  01/08/2007 a 15/08/2007
  16/07/2007 a 31/07/2007
  01/07/2007 a 15/07/2007
  16/06/2007 a 30/06/2007
  01/06/2007 a 15/06/2007
  16/05/2007 a 31/05/2007
  01/05/2007 a 15/05/2007
  16/04/2007 a 30/04/2007
  01/04/2007 a 15/04/2007
  16/03/2007 a 31/03/2007
  16/12/2006 a 31/12/2006
  16/11/2006 a 30/11/2006
  01/11/2006 a 15/11/2006
  16/10/2006 a 31/10/2006
  01/10/2006 a 15/10/2006
  16/09/2006 a 30/09/2006
  01/09/2006 a 15/09/2006
  16/08/2006 a 31/08/2006
  01/08/2006 a 15/08/2006
  16/07/2006 a 31/07/2006
  01/07/2006 a 15/07/2006
  16/06/2006 a 30/06/2006
  01/06/2006 a 15/06/2006
  16/05/2006 a 31/05/2006
  01/05/2006 a 15/05/2006
  16/04/2006 a 30/04/2006
  01/04/2006 a 15/04/2006
  16/03/2006 a 31/03/2006
  01/03/2006 a 15/03/2006
  16/02/2006 a 28/02/2006
  01/02/2006 a 15/02/2006
  16/01/2006 a 31/01/2006
  01/01/2006 a 15/01/2006
  16/12/2005 a 31/12/2005
  01/12/2005 a 15/12/2005
  16/11/2005 a 30/11/2005


Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo



O que é isto?